Conscientizar e prevenir são as palavras que marcam Dia Nacional de Atenção à Disfragia

A campanha visa introduzir, aos serviços de terapia intensiva, a importância da formação de um protocolo que identifique os riscos de broncoaspiração nos pacientes críticos. Conforme explica a Dra. Maria Carolina Moraes, presidente do Departamento de Fonoaudiologia, as ações que marcam essa data já são tradicionalmente colocadas em prática, havendo, assim, uma base de contatos de fonoaudiólogos do Brasil, buscando o diálogo com esses profissionais. “Nossa ideia é fomentar a discussão sobre os fatores de risco e medidas preventivas para a broncoaspiração, a partir de treinos aos fonoaudiólogos, que deverão relatar as conversas por meio de ata. O departamento irá verificar quais as ações e os riscos mais citados, com o objetivo de elaborar o protocolo”, explica.
A disfragia é somente um dos fatores de risco da broncoaspiração, existindo outros aspectos que exigem a atuação multidisciplinar em relação ao tema. “A campanha é extremamente importante em uma época em que a gente discute muito a segurança e o cuidado com o paciente. Hoje, temos ações para evitar certos riscos (como queda, alergias e infecções), e também é importante criarmos ações para evitar o risco da broncoaspiração”, completa Maria Carolina Moraes.
O portal da campanha contém mais informações sobre a broncoaspiração, fatores de risco e medidas preventivas. A campanha é aberta a todos os serviços de fonoaudiologia. Acesse o site https://bit.ly/2TEdNMm para saber mais.

(51) 3014.2093 | 3384-1362 | (51) 986198587 (WhatsApp) | sotirgs@sotirgs.com.br | Secretária Joice Dillenburg